O espetáculo musical de Danilo Caymmi

Imperdível! Assim inicia a chamada do spot para o show de Danilo Caymmi no próximo dia  3 de junho, sábado, 20h, no Centro de Cultura de Jequié, numa produção da Revista COTOXÓ,  que terá  na abertura o cantor Nuno Menezes, um admirador da musicalidade da família Caymmi.


Você realmente não pode perder este espetáculo musical de um dos maiores nomes da MPB.

Filho do genial mestre da canção brasileira,  Dorival Caymmi e da cantora  Stella Maris, e irmão dos cantores  Dori e Nana Caymmi, Danilo   começou a tocar flauta e violão na adolescência. Abandonou o curso de arquitetura no fim do curso.

A carreira artística teve início  participando como flautista da gravação do disco “Caymmi Visita Tom”, de 1964, título escolhido pelo próprio Danilo para sua palestra ao lado do músico Davi Costa Mello na manhã do dia 3 de junho no Auditório Waly Salomão (UESB – Campus de Jequié). Mais tarde, já nos anos 80, Danilo voltou a encontrar Tom, quando entrou para a Banda Nova, que acompanhava o maestro carioca nas suas apresentações. Danilo, que continuou tocando para Tom até a morte do músico, em 1994, guarda lembranças especiais do coautor de Garota de Ipanema: “Não sabia que eu era cantor até 1983, quando entrei para fazer parte da ‘Banda Nova’, de Tom, a convite de seu filho, Paulo Jobim. Durante um dos ensaios, Tom pediu que eu cantasse duas de suas músicas. Neste momento, descobri em mim o cantor que eu mesmo desconhecia”. Entretanto, seu primeiro trabalho como compositor  teve  registro antes. Foi com a música “De Brincadeira”, feita em parceria com Edmundo Souto, interpretada por Mário Castro Neves em 1967. Atuou como flautista e compositor, obtendo o terceiro lugar no III Festival Internacional da Canção, na fase nacional, transmitido pela Rede Globo, em 1968, com a canção Andança, sendo seus parceiros na composição da canção Edmundo Souto e Paulinho Tapajós), lançando a cantora Beth Carvalho, contando com a participação do grupo vocal Golden Boys.

Aproveitando os 90 anos de nascimento de Tom Jobim, completados este ano, chega o álbum Danilo Caymmi Canta Tom Jobim (Universal Music), em que o fiho de Dorival Caymmi  interpreta 11 canções do maestro.

Danilo fez sucesso com a canção Casaco Marrom, composta juntamente com uarabyra, na voz da cantora Evinha. Danilo trabalhou com seus irmãos e fez espetáculos em 1973 com Edu Lobo. No mesmo ano, participou da gravação do disco “Matança do Porco”, do grupo Som Imaginário. Em 1983 entra para o conjunto musical Banda Nova , de Tom Jobim. Foi convidado pela TV Globo (Rede Globo) a escrever trilhas musicais para alguns seriados e novelas como Riacho Doce, Teresa Batista, Corpo e Alma e Mulheres de Areia, sendo lançado o longplay Trilhas.
 Em 2001 participou com Roberto Menescal, Marcos Valle e Wanda Sá do Fare Festival, realizado em Pavia, na Itália pela Società dell’Academia.

Fez turnê nas seguintes cidades Estocolmo, na Suécia, Helsinki na Finlândia e em Moscou na Rússia.
 Em comemoração aos noventa anos do pai, lançou em 2004, junto com seus irmãos Nana e Dori, o compact disc Para Caymmi de Nana, Dori e Danilo, com os maiores sucessos de Dorival Caymmi.

Em 2009, foi lançado pela Rob Digital, em parceria com o Canal Brasil (televisão por assinatura), o CD e DVD “Danilo Caymmi e Amigos”, cujo registro teve a participação de Roberto Menescal, Fafá de Belém, Zé Renato, Claudio Nucci, Dori Caymmi e sua filha Alice Caymmi         De Jequié, Danilo Caymmi parte para um show em Portugal, que com certeza assim como empolgará o público da terra do Waly Salomão, fascinará também os portugueses  com sua forte voz  musical e suas encantadoras canções.


Fonte: Produção de Danilo Cayymi, Correio da Bahia e Wikipedia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *